28/11/2009

O subordinado que todo chefe gostaria de ter

Em meu dia a dia off-line ocupo uma posição que me coloca como chefe de uma grande equipe espalhada pelo país, ao mesmo tempo em que sou subordinado a um chefe e a um conselho de acionistas que se senta na sala ao lado. Diariamente necessito do trabalho de minha equipe, ao mesmo tempo em que preciso entregar o meu próprio trabalho a meus superiores. Avalio e sou avaliado. E como chefe e subordinado aprendi que algumas características pessoais fazem um profissional se destacar em sua atuação. Condensaria estas características em 7 principais:

· Tenha foco no resultado e não no processo
· Seja parte da solução e não do problema
· Seja auto motivado
· Jogue nas onze posições
· Jogue para a equipe
· Inspire e seja inspirado
· Responda o que foi perguntado

Vamos abordar a primeira característica
(das demais falaremos nos próximos posts):
Tenha Foco no resultado e não no processo - Uma conhecida anedota que corre a internet dá conta de que na corrida para chegar primeiro à Lua, os EUA e a União Soviética teriam se defrontado com o desafio de criar um instrumento que permitisse aos astronautas escrever no espaço. Os americanos investiram anos e milhares de dólares em pesquisas para desenvolver uma caneta que escrevesse em baixas ou altas temperaturas, de cabeça para baixo, e na ausência de ar e gravidade. Já os soviéticos recorreram a uma fórmula simples: utilizaram o lápis. Não se sabe se este caso é verídico porém ilustra bem a questão do foco no processo ou no resultado. Para os americanos naquela época tudo era motivo para pesquisar, inventar, gastar. Ao se deparar com um desafio o primeiro passo era desenvolver algo. Não pensavam em alternativas já existentes. O foco era no processo. Já os soviéticos, mais pragmáticos e menos abastados, escolheram logo a melhor opção que atendia às exigências. Focaram no resultado. Outro exemplo pode ser visto nos gramados de futebol. Pegue-se Robinho por exemplo. Recebe a bola, dribla, pedala, dá show, antes de passar a bola para um companheiro. Porém dificilmente cria situações reais de perigo ao gol adversário. Tem foco no processo (o jogo em si) e não no resultado (marcar gols). Por outro lado não se via o genial Romário pedalando ou driblando antes de passar a bola para um colega. Ele recebia a bola na corrida, a dominava em velocidade e, com um mínimo de toques, chutava para marcar o gol. Sem delongas, assunto resolvido. Seu comentário costumeiro era: “centro-avante não joga bem ou mal; centro avante marca ou não marca gol”. A opinião de um iluminado, focado no resultado. Em nossa vida profissional é importante percebermos - de tarefas simples, ao objetivo maior da empresa – que o processo é importante, servindo de degraus para facilitar o caminho, mas não pode se tornar um fim por si só, suplantando o objetivo final que é o resultado. Muitos caem na armadilha do foco no processo: entram em uma reunião para sair dela apenas com a data da próxima reunião. Debatem criativamente questões periféricas,  fugindo do foco do assunto. Quando o tempo passa e o resultado não aparece são rápidos em recitar a lista de tudo que foi feito, e-mails enviados, relatórios elaborados, apresentações criadas, reuniões promovidas. Precisamos ter foco no resultado: quando defrontados com um desafio devemos partir imediatamente para a solução. Primeira pergunta: este problema já surgiu antes? Como foi resolvido? Mais da metade dos desafios são solucionados ainda neste estágio. Caso contrário parte-se para a solução: determina-se a meta ou objetivo, o orçamento, quem fará o que, como, e quando isto será entregue. E mãos a obra! Portanto da próxima vez que surgir um desafio em seu trabalho, olhe para a solução e não a perca de vista. Tem funcionado para mim, para meus chefes e para muitos de meus subordinados. Pode funcionar para muita gente.
Veja seleções abertas e notícias sobre desenvolvimento de carreiras no UOL Empregos. Clique aqui.

23/11/2009

Trabalho temporário traz oportunidades para quem inicia a carreira

Transcrevemos abaixo texto de Max Gehringer para a rádio CBN sobre o trabalho temporário de fim de ano.

Trabalho temporário é boa oportunidade para jovens em início de carreira

Vários ouvintes que conseguiram vagas temporárias neste final de ano escrevem perguntando se existe alguma chance de eles serem efetivados ao final do contrato. A resposta é sim, a chance existe e é bem razoável. O maior contratante de temporários disparado é o comércio. E as funções mais procuradas são caixas, atendente de loja e operador de telemarketing. Tomando como base alguns números já divulgados o setor de lojas, principalmente em shoppings, está contratando 200 mil temporários. Outros 100 mil serão contratados pelo setor de telemarketing, ou seja, os ouvintes podem esperar um grande número de ligações para suas residências neste final do ano, oferecendo produtos ou serviços ou solicitando doações. No caso do comércio um em cada dez temporários deverá ser efetivado. No caso do telemarketing o número ainda é maior: cerca um em cada cinco. Isto não quer dizer que uma enxurrada de novas vagas será aberta ao fim da temporada festas. Quer dizer apenas que as empresas usam este período para avaliar o trabalho dos temporários e substituir os funcionários efetivos menos produtivos. Além de proporcionar um ganho extra durante noventa dias, o trabalho temporário é uma boa oportunidade para os jovens que estão ingressando agora no mercado de trabalho. As exigências são diferentes daquelas feitas por empresas para contratação de efetivos. As exigências são diferentes daquelas feitas por empresas para a contratação de efetivos. A escolaridade não conta muito e as características pessoais pesam bem mais. Um jovem perguntaria estou estudando relações internacionais o que um emprego temporário de balconista poderia acrescentar a meu currículo? Resposta: aprender a conviver profissionalmente com colegas, com o chefe e com clientes. Ganhar auto-confiança e provar a si mesmo que é bom no que faz, não importa o que faça, além de ter uma boa história para contar numa futura entrevista de emprego, para uma vaga na área em que está se formando. Mas há um sacrifício a considerar: muitas vagas temporárias impedirão que o jovem aproveite as festas porque o expediente diário poderá se esticar até as 22 horas, incluindo as vésperas de Natal e de Ano Novo. Se vale ou não a pena é uma decisão de cada um. Mas muita gente que hoje ocupa bons cargos em empresas começou a carreira como temporário. Para quem quiser aproveitar ainda dá tempo.
Max Gehringer para a rádio CBN
Veja seleções abertas e notícias sobre desenvolvimento de carreiras no UOL Empregos. Clique aqui.

 


Ver mensagens anteriores: 28/04/2013 a 04/05/2013 10/03/2013 a 16/03/2013 24/02/2013 a 02/03/2013 23/12/2012 a 29/12/2012 18/11/2012 a 24/11/2012 30/09/2012 a 06/10/2012 12/08/2012 a 18/08/2012 24/06/2012 a 30/06/2012 27/05/2012 a 02/06/2012 06/05/2012 a 12/05/2012 22/04/2012 a 28/04/2012 08/04/2012 a 14/04/2012 18/03/2012 a 24/03/2012 11/03/2012 a 17/03/2012 19/02/2012 a 25/02/2012 05/02/2012 a 11/02/2012 22/01/2012 a 28/01/2012 01/01/2012 a 07/01/2012 11/12/2011 a 17/12/2011 06/11/2011 a 12/11/2011 30/10/2011 a 05/11/2011 02/10/2011 a 08/10/2011 18/09/2011 a 24/09/2011 21/08/2011 a 27/08/2011 07/08/2011 a 13/08/2011 17/07/2011 a 23/07/2011 26/06/2011 a 02/07/2011 19/06/2011 a 25/06/2011 22/05/2011 a 28/05/2011 08/05/2011 a 14/05/2011 01/05/2011 a 07/05/2011 24/04/2011 a 30/04/2011 10/04/2011 a 16/04/2011 20/03/2011 a 26/03/2011 13/03/2011 a 19/03/2011 27/02/2011 a 05/03/2011 20/02/2011 a 26/02/2011 12/12/2010 a 18/12/2010 05/12/2010 a 11/12/2010 28/11/2010 a 04/12/2010 21/11/2010 a 27/11/2010 14/11/2010 a 20/11/2010 07/11/2010 a 13/11/2010 08/08/2010 a 14/08/2010 27/06/2010 a 03/07/2010 09/05/2010 a 15/05/2010 11/04/2010 a 17/04/2010 28/03/2010 a 03/04/2010 28/02/2010 a 06/03/2010 21/02/2010 a 27/02/2010 07/02/2010 a 13/02/2010 31/01/2010 a 06/02/2010 24/01/2010 a 30/01/2010 17/01/2010 a 23/01/2010 10/01/2010 a 16/01/2010 20/12/2009 a 26/12/2009 29/11/2009 a 05/12/2009 22/11/2009 a 28/11/2009 15/11/2009 a 21/11/2009 08/11/2009 a 14/11/2009 01/11/2009 a 07/11/2009 25/10/2009 a 31/10/2009 18/10/2009 a 24/10/2009 11/10/2009 a 17/10/2009 04/10/2009 a 10/10/2009 27/09/2009 a 03/10/2009 20/09/2009 a 26/09/2009 13/09/2009 a 19/09/2009 30/08/2009 a 05/09/2009 23/08/2009 a 29/08/2009 16/08/2009 a 22/08/2009 09/08/2009 a 15/08/2009 02/08/2009 a 08/08/2009 26/07/2009 a 01/08/2009 19/07/2009 a 25/07/2009 12/07/2009 a 18/07/2009 05/07/2009 a 11/07/2009 28/06/2009 a 04/07/2009 14/06/2009 a 20/06/2009 07/06/2009 a 13/06/2009 31/05/2009 a 06/06/2009 24/05/2009 a 30/05/2009 17/05/2009 a 23/05/2009 10/05/2009 a 16/05/2009 03/05/2009 a 09/05/2009 26/04/2009 a 02/05/2009 19/04/2009 a 25/04/2009 12/04/2009 a 18/04/2009 05/04/2009 a 11/04/2009 29/03/2009 a 04/04/2009 22/03/2009 a 28/03/2009 15/03/2009 a 21/03/2009 08/03/2009 a 14/03/2009 01/03/2009 a 07/03/2009 22/02/2009 a 28/02/2009 15/02/2009 a 21/02/2009 08/02/2009 a 14/02/2009 01/02/2009 a 07/02/2009 25/01/2009 a 31/01/2009 18/01/2009 a 24/01/2009 11/01/2009 a 17/01/2009 04/01/2009 a 10/01/2009 28/12/2008 a 03/01/2009 21/12/2008 a 27/12/2008 14/12/2008 a 20/12/2008 07/12/2008 a 13/12/2008 30/11/2008 a 06/12/2008 09/11/2008 a 15/11/2008

Sobre o autor

Roberto Caldeira é adm. de empresas pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, com pós graduação em Novos Negócios pela Harvard Extension School. Executivo de sucesso das áreas de marketing e vendas, em empresas nacionais e multinacionais, contabiliza em 20 anos de atividade profissional no Brasil e no exterior, mais de 5.000 entrevistas a candidatos a vagas de emprego. Autor do livro "os Segredos do Entrevistador", com participação de Max Gehringer, com dicas sobre como se preparar para uma entrevista de emprego.

Sobre o blog

A experiência e a proximidade de Caldeira com candidatos, suas dúvidas, seus questionamentos e seu comportamento durante as entrevistas, estão traduzidos nesta orientação passo a passo na busca por um emprego, com inúmeras dicas e sugestões, de forma a transformar algo normalmente árduo e demorado em algo planejado, rápido e efetivo!

Busca

Histórico



UOL Blog

Acompanhe este
blog pelo Twitter


UOL Blog